escola segundo carlos lopes

IBATÉ / Alunos de escola estadual participam de simulação para aprender a reagir em caso de perigo extremo

escola segundo carlos lopes

Ação em Ibaté será acompanhada em tempo real por câmeras de segurança; protocolo é projeto piloto que será expandido a toda rede

Os alunos da Escola Estadual Segundo Carlos Lopes, em Ibaté, participam nesta quarta-feira (4) de uma simulação de perigo extremo. Os estudantes estão sendo treinados pela Polícia Militar em como reagir nestes casos.

A ação faz parte do “Protocolo de Proteção e Defesa da Vida nas Escolas”, iniciado no ano passado, que visa oferecer treinamento para situações de desastre e medidas emergenciais no ambiente escolar. “Este trabalho vai contribuir com a segurança das nossas crianças nas escolas estaduais e municipais. Todos sabem que tenho um carinho e atenção muito grande pelas nossas crianças, não só na questão da segurança, mas em todos os setores”, comentou o prefeito José Luiz Parella.

No ano passado, os alunos desta mesma escola participaram de uma simulação de incêndio, seguida de um plano de abandono. Desta vez, a Polícia Militar vai trabalhar com a simulação de perigo extremo. Na quarta, a ação começa a partir das 7h, e será guiada por um comando de voz que vai anunciar, de forma fictícia, que a escola está em “perigo”.

Segundo a Polícia Militar, que participa da ação, os estudantes têm participado de palestras e atividades para que no dia do simulado tenham reações treinadas de acordo com o protocolo.

Monitoramento em tempo real

O simulado será monitorado em tempo real a partir do COI (Comando de Operações Integradas, em São Paulo) pelas câmeras adquiridas por meio de investimento de 17 milhões de reais em equipamentos de segurança, em toda a rede estadual. Todas as escolas da rede passarão gradualmente a ter os equipamentos de segurança e o espalhamento de câmeras no COI.

A intenção é testar o protocolo de segurança como projeto piloto para ser implementado em todas as escolas durante todo o ano. “Ibaté sai na frente, mais uma vez, em um projeto pioneiro no Estado de São Paulo”, afirmou o prefeito Zé Parrella.

O evento de simulação contará com as participações da Defesa Civil do Estado, da Polícia Militar; Corpo de Bombeiros; SAMU; Guarda Municipal de Ibaté; e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

A Escola Estadual Segundo Carlos Lopes está localizada na rua Dr.

Teixeira de Barros, 388, no bairro Vila Santa Terezinha.

Mais medidas de segurança

Outras ações de segurança já foram implementadas na atual gestão. Uma das primeiras medidas adotadas foi a criação do Gabinete Integrado de Segurança e proteção Escolar (Gispec), com a presença de policiais militares na Secretaria da Educação. O intuito é aprimorar as ações de segurança na rede estadual de ensino.

Outra novidade foi a criação do Programa Escola Mais Segura, uma parceria entre a Segurança Pública e a Educação. Trata-se de um plano de segurança arquitetado com o objetivo de garantir e reforçar a segurança nas instituições educacionais que integram a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário