sao carlos 790x444 23092020073011

SÃO CARLOS / Trabalhadores dos Correios de São Carlos aprovam o fim da greve e retomam atividades

sao carlos 790x444 23092020073011

Funcionários dos Correios de São Carlos (SP) e região aprovaram, em assembleia, o fim da greve e o retorno ao trabalho. A medida ocorreu após o Tribunal Superior do Trabalho (TST) aprovar o reajuste de 2,6% no salário dos trabalhadores da companhia.

 

Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores em Correios de Campinas e Região (Sintect-Cas) informou que com a avaliação da decisão do TST, os funcionários já retomam as atividades a partir do terceiro turno (22h) de terça-feira (22) do CTCe (Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas) de Indaiatuba, enquanto “o retorno dos demais funcionários será a partir do primeiros horário das unidades em que são lotados”.

Mesmo com o fim da greve, os trabalhadores ainda se veem descontentes com a decisão da Justiça que, apensar de decidir pelo aumento salarial de 2,6%m, retirou benefícios que representam um impacto econômico negativo de 40% na remuneração. Em média, o trabalhador deixará de receber anualmente cerca de R$ 8 mil. Agora, a categoria se concentra na luta contra a privatização dos Correios.

Entenda
A greve dos trabalhadores dos Correios foi um movimento nacional anunciado pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Similares (Fentect) em 17 de agosto. Parte dos funcionários de São Carlos aderiu à paralisação no dia seguinte. No dia 11 de setembro, os grevistas se reuniram na Praça do Mercado em manifestação.

Desde o início da suspensão das atividades, os grevistas protestam contra a suspensão do acordo coletivo e a privatização da estatal. Além disso, denunciam más condições de trabalho que, segundo eles, têm sido recorrentes na empresa durante a pandemia da Covid-19.

Um dos desdobramentos registrados ao longo da greve é que, no dia 21 de agosto, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pelo fim definitivo do acordo que, inicialmente, vigoraria até julho de 2021. A decisão inflou os protestos dos trabalhadores dos Correios.

Na segunda-feira (21), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) aprovou um reajuste de 2,6% para os funcionários dos Correios e ordenou o fim da greve.

FONTE:  acidadeon

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário