COMPRAS FINAL DE ANO

SÃO CARLOS / Valor Exato – Como Entender o Consumo no Final do Ano!

COMPRAS FINAL DE ANO

Existem três decisões que organizam a vida econômica de indivíduos, famílias e de empresas. São elas: 1. consumo; 2. investimento; 3. poupança. Consumir é gastar a renda corrente em bens e serviços para subsistência, satisfação e atendimento de necessidades de acordo com o contexto social. Investir para a Ciência Econômica é adquirir bens e serviços para aumentar, modernizar ou adaptar a produção. O investimento é uma decisão das empresas, ou seja, de pessoas jurídicas que tem como resultado o aumento do emprego e da própria renda nacional. A poupança é o ato de não gastar, ou seja, de poupar e ao fazê-lo, indivíduos e famílias adquirem títulos bancários, realizam depósitos em cadernetas de poupança ou aplicam em fundos de investimento.

Nosso tema é a decisão de consumir e de poupar. Em épocas de festividades, em particular, de final de ano há expectativas com relação a decisão de consumo na sociedade. As empresas se preparam para vender mais e com antecedência aumentam seus estoques e contratam pessoas para trabalhos permanentes e temporários.

Os consumidores decidem o quanto gastar ou quanto poupar. Em geral, com o aumento dos rendimentos no final do ano em função do décimo terceiro salário, distribuição de dividendos e bônus a capacidade de consumir aumenta. Logo, a existência do décimo terceiro salário é um benefício para a sociedade e não para os indivíduos apenas!

A questão para as empresas é: quanto as pessoas gastarão da sua renda? De uma outra forma a pergunta é: quanto as pessoas pouparão? O movimento de gastos de um ano para outro, aumenta ou diminuí em função dos preços e das quantidades de bens e serviços consumidos. Para se ter uma medida precisa dessas variações se faz necessário ter um indicador.

No caso da ACISC as promoções de final de ano através do sistema de cupons eletrônicos nos oferece uma possibilidade de mensurar essa variação do consumo. A perspectiva é de um aumento de 5,5% a 6% do consumo deste ano com relação a dezembro de 2018. O aumento do crédito, das ocupações formais e informais, dos benefícios, dos trabalhos temporários, da liberação dos saques do FGTS e da capacidade de gastos das Prefeituras, no conjunto, criam essa expectativa!

Mas as pessoas podem decidir também poupar! Como entender essa situação para fazer uma previsão mais acertada? Aqui vão duas noções básicas da Teoria Econômica: 1. quando a renda individual aumenta permanentemente, por exemplo, quando ocorre aumento de salários; 2. quando a renda aumenta temporariamente, como no caso do décimo terceiro.

No primeiro caso, diz a Teoria, que as pessoas irão gastar mais porque a renda delas aumentou. No segundo caso, as pessoas irão gastar e poupar, para aproveitar o consumo no presente, mas também para manter a chance de consumir no futuro!

Esse princípio depende, por sua vez, da renda! Se a renda é suficiente apenas para a subsistência, então as pessoas irão gastar seus rendimentos adicionais. Se a renda é maior do que as necessidades de subsistência, elas terão mais condições para poupar e gastar.

No momento presente, deve predominar a destinação de grande parte dos rendimentos ao consumo! Atender as necessidades vem em primeiro lugar quando a taxa de desemprego é elevada. Isto significa que as pessoas na maioria das grandes cidades deve destinar seus rendimentos para os gastos de dezembro e de janeiro, quando ocorrem, digamos, gastos extraordinários! A questão final é que as pessoas podem aumentar seus gastos em bens e serviços de baixo valor agregado. Daí o total do consumo descontado da inflação poderá ficar igual, menor ou maior do que 2018!

__________

Sobre o Núcleo de Economia ACISC
Núcleo de Economia da ACISC foi elaborado em convênio com o Núcleo de Conjuntura, Finanças e Empreendedorismo do Departamento de Economia da UNESP Araraquara, sob a coordenação do Prof. Dr. Elton Eustáquio Casagrande e supervisão do Presidente da ACISC José Fernando Domingues.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário